Carreiras em alta: um guia para quem precisa escolher sua profissão

Nesse texto vamos te contar tudo sobre planejamento de carreira, carreira profissional, qual carreira seguir, qual profissão seguir, qual profissão ganha mais, enfim tudo o que você precisa saber tanto para ingressar no mercado de trabalho como para mudar de profissão!

PLANEJAMENTO DE CARREIRA

Para começar a pensar sobre sua carreira profissional é interessante que você reflita sobre onde se vê no mercado de trabalho em 5 (cinco), 10 (dez) ou 15 (quinze) anos. Seja como empregado dentro de uma empresa, como profissional autônomo no mercado de trabalho, ou até em uma carreira acadêmica esse tipo de planejamento se é uma ferramenta importante para buscar a progressão e busca pela posição profissional almejada.

Para você saber qual profissão seguir ou qual profissão ganha mais, é muito interessante que comece pela elaboração de um plano de carreira. E isso envolve um processo de reflexão, para que você descubra quais são as suas metas e os seus objetivos com o intuito de estabelecer o melhor caminho possível para alcançá-los. A definição desse plano vai servir como um guia de crescimento profissional. Mas, é preciso que você tenha foco e também metas realistas para não se perder durante o caminho.

Assim sendo, para você saber qual carreira seguir o plano de carreira é um importante instrumento, que pode ser usado para projetar o crescimento de profissionais dentro de uma empresa. Esse planejamento da carreira é classificado em dois tipos: o primeiro é o que a empresa desenvolve para o colaborador e segundo é aquele que o próprio profissional desenvolve para si mesmo.

Quando uma instituição oferece um planejamento de carreira, geralmente entre seus principais propósitos estão a evolução do padrão de vida; elevação de cargos; crescimento de remunerações; mais experiência com habilidades e novos conhecimentos; experiência internacional e a ampliação de responsabilidade. Para aplicar qualquer um desses propósitos a empresa vai precisar de um excelente planejamento, comunicação, networking empresarial, muita dedicação e foco.

Portanto, antes de ingressar em uma empresa que ofereça plano de carreira é necessário que você olhe para si mesmo e estabeleça um mapeamento pessoal, identifique seus valores, motivações, medos, entre outras características para saber quais são suas competências e as habilidades que adquiriu ao longo da sua jornada profissional É interessante também pesquisar o mapeamento do mercado, procurando informações sobre a área, função e cargo que você pretende entrar e quais as competências exigidas para atingir o tão sonhado cargo.

QUAL CARREIRA SEGUIR?

Se você está em dúvida sobre qual carreira seguir, é preciso que o primeiro passo seja estabelecer seus objetivos. Saiba onde você quer chegar, se pergunte em que posição pretende estar dentro de um determinado período de tempo em uma empresa. Então, análise seus potenciais, descubra quais são seus pontos fortes e fracos para saber como lidar com os pontos fracos e como tirar proveito dos fortes.

Em seguida, é preciso definir suas estratégias, avalie as suas qualificações e veja se é possível alcançar determinado cargo apenas com elas, ou se haverá necessidade de realizar mais algum curso específico, seja ele de graduação, pós-graduação, especialização, mestrado ou doutorado. Pense bem e seja realista com as respostas.

Assim sendo, você pode se inspirar em casos de sucesso, busque motivação nas histórias de pessoas bem-sucedidas. Observe como esses profissionais alcançaram o sucesso e o que pode ser aproveitado na sua realidade, sempre lembrando de considerar a sua experiência ao longo da jornada.

Para que um plano de carreira funcione é necessário que você visualize o futuro e faça acontecer, ele servirá como um guia da sua jornada, ou seja vai mostrar todo o caminho que você terá que percorrer para alcançar os seus objetivos. Sabemos que isso não é uma tarefa fácil, pois conquistar um crescimento profissional exige dinamismo e comunicação. É preciso ter paciência e tentar viver o presente da maneira mais produtiva possível para ser recompensando no futuro.

QUAL PROFISSÃO GANHA MAIS?

O nível salarial é um fator determinante na escolha da carreira e independentemente dos altos e baixos da economia, há profissões que se mantêm fortes no mercado de trabalho, seja pela demanda crescente de profissionais qualificados, ou por especializações para atender às novas demandas. Confira a seguir as profissões mais bem pagas no Brasil:

  • Medicina: as áreas de saúde e qualidade de vida em geral são garantia de excelentes salários. E, quanto maior for a especialização e o tempo de carreira, maiores serão os vencimentos. A média nacional para profissionais que possuem diploma de Medicina é de R$ 8,4 mil, sendo que a especialidade de cirurgia plástica é a especialidade com maior salário médio (chega a R$ 18,5 mil). E se você aliar uma graduação a outras formações multidisciplinares pode conquistar cargos mais altos, como por exemplo o de Diretor Médico de Hospitais, em que o vencimento pode chegar e R$ 50 mil por mês.
  • Engenharia: a carreira de engenheiro geralmente possui ótimas oportunidades e salários, sendo que a Engenharia Ambiental e a Engenharia de Petróleo e Gás são as áreas de destaque na atualidade. Um Engenheiro Ambiental, por exemplo, tem remuneração inicial de R$ 3,6 mil e um Engenheiro do Petróleo tem vencimento médio de R$ 15, 5 mil, podendo chegar a R$ 60 mil, em cargos em nível de gerência.
  • Direito: essa é uma área com boas oportunidades tanto no mercado privado como também em concursos públicos. Especializações em Direito Empresarial, Internacional, Tributário e Civil são as que garantem melhores salários. Por exemplo, um Assessor Jurídico ou Advogado Empresarial podem ganhar até R$ 7 mil. Já um Diretor Jurídico do mercado financeiro pode alcançar até R$ 40 mil mensais.
  • Administração: um administrador tem enorme campo de trabalho e pode atuar nos mais variados setores da economia. Um profissional que atue com finanças tem mais chances de alcançar uma carreira de sucesso. Por exemplo, a média salarial de um Supervisor Administrativo é de R$ 4,9 mil, já um Consultor Financeiro chega a R$ 7 mil. Por outro lado, um Diretor Financeiro pode chegar a ganhar R$ 30 mil em grandes cidades.
  • Tecnologia da Informação: além de muito bem remuneradas, as profissões de TI possuem rápida valorização. Por exemplo, um Analista de Sistemas em início de carreira tem salário médio de R$ 4,2 mil. E, em três anos, sua média salarial pode chegar a R$ 7 mil. Com mais de dez anos de experiência, os vencimentos saltam para R$ 17 mil. E se chegar ao patamar de Diretor Técnico e de Operações do mercado de tecnologia i=os ganhos mensais pode chegar até R$ 50 mil.

 

Equipe de redação do Arte de Amadurecer

Cada integrante de nossa equipe carrega consigo uma valiosa coleção de experiências e habilidades singulares, culminando em um conjunto coeso que busca incansavelmente a excelência na criação de conteúdo. Nosso objetivo primordial é superar as expectativas, oferecendo aos nossos leitores uma experiência que não apenas enriqueça, mas também permaneça na memória.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

2 × 4 =